6 hábitos saudáveis nos relacionamentos que confundimos com tóxicos • We Love

6 hábitos saudáveis nos relacionamentos que confundimos com tóxicos

5 Hábitos saudáveis de relacionamentos, que confundimos com tóxicos

1. Não responder imediatamente

Maniacal Text GIF by Iliza

Cada um de vocês tem um milhão de outras coisas “going on”, e vocês não devem ser prioridade para o outro, 24 horas por dia. Passei por isso minha vida inteira com minha mãe, precisava estar disponível o tempo todo e não tinha coragem de falar que estava ocupado com outra coisa. Você não fica irritado quando clientes e colegas esperam isso de você – quando ele enviam um e-mail e depois enviam um follow-up uma ou duas horas depois, perguntando: “você viu isso? Você respondeu assim?”, se você não gosta, não deveria fazer o mesmo. Há uma meia dúzia de coisas na fila antes da sua mensagem, então, ao menos que seja um assunto muito importante ou que realmente peça uma resposta imediata, que tal tentar esperar um pouco?

2. Não traga (sempre) as merdas à tona

ready bring it on GIFNem tudo precisa ser discutido. Em um relacionamento, aposto que sempre tem alguma coisa no parceiro que irrita o outro (somo todos diferentes, até gêmeos univitelinos – juro!). A vida é “The Boy Who Cried Wolf“(a fábula do menino pastor e do Lobo). Se você faz barulho sobre “tudo” – ou mesmo muitas coisas -, eventualmente, seu “barulho” ficará sem sentido. Não estou sugerindo que se guarde tudo o que sente- ou quer falar, pelo contrário, estou (humildemente) sugerindo que você lide com o problema . Há uma diferença entre um assunto que é realmente importante, e algo que você está projetando (pensando láá longe), se sentindo inseguro, ou usando o problema para abstrair sentimentos sobre outra coisa (um problema no trabalho talvez). Vocês não precisam ficar se provocando o tempo todo. Às vezes, é bom lidar sozinho com seus problemas.

3. Sair para esfriar a cabeça – ou ir para a cama irritado

Ice Wtf GIF by CheezburgerMuita gente teve aquele relacionamento tóxico, onde a pessoa começava discussões homéricas pelas coisas mais simples do mundo, e aprende que dar um tempo, para o outro esfriar a cabeça, e depois conversar sobre o problema é bom. As vezes é preciso dar espaço ao outro, mesmo que isso signifique ficar quieto no outro cômodo ou entender porque a pessoa foi tomar um ar e dar uma volta para esfriar a cabeça. Não importa o quanto a “respirada” demore, uma conversa sobre o que aconteceu ou simples pedido de desculpas e comprometimento em melhorar o que houve de errado, pode ser uma coisa maravilhosa para a saúde do relacionamento.

4. Não “precisar” da outra pessoa – e não ser seu “tudo”

needy cat GIF

Você não deveria precisar (em excesso) deles e não deveria ser sua vida inteira. Somente em relacionamentos co-dependentes, onde duas pessoas estão ponderando um sentimento de indiferença ou falta de significado em suas vidas, tornando-se enroladas ou excessivamente presas a alguém, é assim. Não faça isso. Construa sua vida.

5. Passem algum tempo “separados”Resultado de imagem para fast and furious it's been a long day gif

Você não está preso no quadril da pessoa, e fingir que você está não é fofo depois da 7ª série (principalmente porque elx não é a sua mãe ou o seu pai. Seja você mesmo. Você vai trazer muito mais à mesa se você for. Afinal, se a pessoa está com você, é porque alguma coisa em você “sozinho” a interessou, né?

6. Amor próprio

Titus Andromedon Confidence GIF by Unbreakable Kimmy SchmidtO amor próprio não é egoísmo.

Fatos:

As pessoas egoístas estão sempre compensando a de amor próprio.
Somente pessoas que se amam podem amar os outros.

O amor próprio é autocuidado, autoconsciência, respeito próprio e auto-estima. Define os padrões de como os outros devem nos tratar, e também nos dá o conjunto de noções para entender como tratá-los. O amor próprio significa conhecer suas próprias necessidades emocionais em vez de esperar / exigir / precisar / construir dependência de outra pessoa para encontrá-las. Saber o suficiente sobre você para saber o que quer.

David Moratório

David Moratório

Redator e analista de conteúdo, amante de livros, domingos em casa e series bobas. Filósofo de hamburgueria que acredita que a única salvação é o amor.
David Moratório

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *