A tristeza que é viver uma vida sem saber o que é o amor de um cachorro – We Love

A tristeza que é viver uma vida sem saber o que é o amor de um cachorro

Quem resgata quem? O título já pode fazer com que muitos identifiquem a quem eu direciono minhas palavras. Essa pergunta é um clássico, o clichê mais lindo e, apesar de ser uma interrogativa, afirma um sentimento de gratidão infinita, uma sensação de que, finalmente, encontramos uma resposta que conforte o coração. Minha carta de amor é pra você, Moa. Não me importa se não sabe ler. Sei que pode me ouvir e, do seu jeito, compreender meus sentimentos. Minha carta de amor é pra você, mas vou deixar que todos leiam. Afinal, eu preciso dizer o quanto você me afeta.

Sua chegada foi meio que repentina, podemos assim dizer. Eu já queria um cachorro, mas o jeito que tudo aconteceu foi inesperado. Eu queria adotar – Deus sabe o quanto eu sonho com isso, mas foi preciso pagar por você. Saber que alguém era capaz de vender um serzinho tão indefeso, mesmo depois de um ano ou mais de convivência, não me fez pensar duas vezes. Não adotada ainda, mas resgatada, pois, como suspeitei, você estava doente, fraca e, com certeza, infeliz. Eu, orgulhosa, uma característica meio duvidosa que os humanos têm mania de ter, fiquei dizendo pra mim mesma que “a salvei”. Era um modo também de amenizar minha frustração por não ter adotado, confesso. Mas não fique triste, Moa. Não me arrependo de nenhum centavo que pagamos por você. Faria, inclusive, de novo.

Você não demorou muito a mostrar a que veio. Mesmo toda quietinha, assustada e desconfiada, você me encantou. E não é só porque você é linda. É porque você despertou em mim uma paixão adormecida durante toda minha vida. Você despertou em mim compaixão, ternura, empatia. Revelou uma missão. Seu poder, inversamente proporcional ao seu tamanho (2kg), ultrapassa os limites do mundo canino e, até mesmo, do mundo animal. Meu olhar sobre várias coisas é diferente agora. Se sou um alguém melhor hoje, é por causa de você. E sei que nossa jornada está apenas começando, você tem muito mais a me ensinar.

Lembra quando eu fiquei de cama por três dias consecutivos? Você tinha chegado havia poucos dias, mas ficou juntinho de mim. Eu já tinha percebido que você não gostava de ficar muito tempo em cima da cama, mas eu te colocava lá e você ficava. Você sabia, né? Sabia que eu não estava bem. Por isso você ficou sossegada do meu lado, dormiu comigo, me fez companhia e fez parecerem melhores aqueles longos e dolorosos três dias. Você sabia que me consolava, não sabia? Eu sei que sim. Você é a melhor companheira, Moa. Você é a melhor.

Você toca meu coração, me faz enxergar, me faz crescer e sonhar. E pouco importa se algumas pessoas não entendem. A gente se entende. A gente sabe que foi feita uma pra outra. Aquela história de que os “cães parecem com seus donos”, eu posso comprovar. Ou, sendo um pouco mais mística, eu te atraí por ser parecida comigo, como sugeriu uma amiga uma vez. Seja como for, você não está aqui à toa. Se sua missão é me transformar, é nesta vida que você vai cumpri-la. E pode ter certeza, filha, você, enfim, terá a vida boa, feliz e tranquila que todos os cães merecem ter.

E hoje, embora ainda reste uma pontinha de pretensão em achar que tenho algum mérito nessa história, sei que quem me resgatou foi você. Você me salvou da minha incompletude, me tirou a tristeza que é viver uma vida sem saber o que é o amor de um cachorro, de um filho de quatro patas. Eu te amo, Moa. Obrigada por me fazer tão feliz!

Julie Melo

Jornalista, cacheada em transição, feminista. Aspirante a hippie, mas que ama uma cidade grande e tem vontade de morar nela. Apaixonada por pole dance e ioga, não é fã de séries e acha um saco essa mania de usar signo pra justificar tudo. Ama cachorro, especialmente sua filhinha Moa, e queria resgatar todos da rua. Leva a vida sempre em busca de aprender.
Julie Melo

Últimos posts por Julie Melo (exibir todos)

Comments

  1. Que linda carta! A Moa com certeza encontrou a mãe que tanto precisava e vc minha querida, achou a filha mais linda que Deus poderia lhe dar! Que essa linda história de amor, dure por muitos e muitos anos! A Gang da Mel ama vcs!😘😘😘

  2. Muito lindo❣️Vcs precisavam uma da outra. E ainda vão aprender muito com essa união.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/welove/www/wp-includes/functions.php on line 4339

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/welove/www/wp-includes/functions.php on line 4339