Encontro… Não, pera • We Love

Encontro… Não, pera

Encontro... Não, pera | Crédito: Pixabay

Ok, recapitulando. Chego pra buscá-la, saio do carro… Não, pera. Vai que eu pareço ansioso demais. Então, eu fico no carro e, não, pera. Mas aí eu posso parecer pouco interessado. Bom, cumprimento com beijo na bochecha… Não, pera. Será que já não tá na hora de um selinho? Mas aí eu vou parecer muito atirado ou vai que ela pensa que eu já quero algo sério demais. Bom, aí eu abro a porta do carro… Não, pera. Hoje em dia eu não sei se isso é cavalheirismo ou ela já pode me entender como romântico e meloso, daí já vai começar com julgamento negativo. Bom, chegamos ao restaurante, eu puxo a cadeira pra ela sentar… não, pera. Mesmo problema da porta. Será que ela vai falar que ela é uma mulher independente e que minhas atitudes diminuem ela perante a sociedade. Bom, aí eu aceito o couvert… não, pera. Ela pode achar que eu tô querendo ostentar em querer sair aceitando tudo ou até reclamar que eu estou tentando ela a sair da dieta com tantos pãezinhos à mesa. Bom, aí conversamos, eu deixo ela falar para demonstrar interesse… não, pera. Vai que ela acha que eu não falar na verdade mostra uma falta de interesse e que eu não gostaria de estar ali. Bom, na hora da conta eu pago… Não, pera. Ela pode vir com um papo de que hoje em dia nenhum homem mais paga as contas pra ela, que os tempos mudaram e que ela se sente mal quando fazem isso. Bom, aí vamos pra casa, eu me despeço com um selinho… não, pera. Será que é muito cedo? Ou pior, será que ela espera mais atitude e queria que eu já desse um beijo? Bom, agora ela tá vindo aí. Nossa, não sabia que ela morava com uma amiga… Não, pera.

Lucas Ohara

Lucas Ohara

Penso, logo, penso mais um pouco para não falar besteira. Sempre tive esse medo, menos para escrever (ou subir no palco). Flutuante entre música, esportes, entretenimento e pessoas - odeio fazer coisas sozinho. Um cara do tipo esponja: vive absorvendo de tudo para criar (na sua cabeça) uma opinião sensata sobre os mais variados assuntos.
Lucas Ohara

Últimos posts por Lucas Ohara (exibir todos)

Comments

  1. Oi tudo bem? Tenho vc no facebook (não sei pq, não lembro de onde te conheço). Mas adorei o seu texto e me inspirou a fazer uma releitura do ponto de vista da mulher:

    Ok, recapitulando. Espero ele me buscar, escolho a roupa….saia. Não, pera. Curta demais, vai achar que eu sou fácil. Mudo para calça. Não, pera. Fiquei parecendo certinha demais. Maquiagem completa. Não, pera. Ele vai pensar que sou uma palhaça. Ok, pouca maquiagem. Não, pera. Agora ele vai ver minha espinha. Bom, ele chegou. Cumprimento com um beijo na bochecha? Não, pera. Selinho é melhor. Não, pera. Será que ele tá achando que quero algo sério. Espero ver o que ele faz. Ele abriu a porta do carro. Não, pera. Ai como ele é romântico. Não, pera. Isso é meloso demais. Não, pera. Mas ele tá mostrando educação. Não, pera. É só uma porta. Bom, chegamos ao restaurante. Não pera, ele poderia ter sugerido um lugar mais animado. Não pera, mas aqui dá para a gente se conhecer melhor. Ele puxa a cadeira para sentar, não pera. Mesmo problema da porta do carro. Hora de escolher o menu. Aquela vontade de pedir hambúrguer duplo com muito queijo e batata frita. Não, pera. Ele vai achar que eu sou gorda, melhor ficar na saladinha. Não, pera. Ele vai pensar que sou aquelas meninas que só comem mato. Espero ele escolher. Bom, aí conversamos, preciso arrumar um assunto para ele me achar interessante. Futebol, todo homem ama futebol. Não, pera. Ele vai pensar que eu sou aquelas que fingi que entende de futebol, mas só fala besteira. Ok, vou falar de mim mesma. Não, pera. Estou falando sem parar, ele vai me achar egocêntrica. Espero ele pegar na minha mão. Não pera, estou sendo romântica demais. Hora da sobremesa. Não, pera. Preciso ser light, nada de bolo de chocolate com calda de amora. Bom, a conta chegou eu me ofereço para pagar. Não, pera ele pode pensar que eu sou moderna demais. Não vou pagar. Não, pera. É muita falta de educação da minha parte. Vamos rachar. Bom, ai ele me leva de volta para casa. Será que ele vai me beijar? Não, pera. Ele ainda não demonstrou nenhuma atitude. Será que vai ser só um selinho? Se ele não beijar, eu beijo. Não, pera. Ele vai pensar que sou atirada demais. Chegamos, convido-o para subir? Não, pera…

  2. Fantástico! Fico muito feliz pois, se você se divertiu, pensou, se inspirou e respondeu, minha missão foi pra lá de cumprida ;) hahaha

    ps: manda inbox pra eu ver se lembro de onde a gente se conhece hahaha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *