O que fica depois do fim • We Love

O que fica depois do fim

O que fica depois do fim

Era domingo e o sol brincava de se esconder entre as nuvens. Sentamos naquela praça e decidimos colocar, ali, um ponto final na nossa história. Naquele dia fui firme, decidida e não derramei uma lágrima sequer. Mas, inevitavelmente, o choro veio nos dias seguintes.

Não porque eu ainda gostava dele, mas porque, simplesmente, eu tinha me esquecido de gostar de mim. Eu me olhava no espelho e a minha autoestima baixa não me deixava ver nada além dos meus defeitos.

Descobri, então, que eu tinha uma missão difícil pela frente. Eu não precisava de dieta ou musculação para ficar com um corpo aceitável pela sociedade, o que eu precisava era tratar a minha desnutrição de amor próprio e me desintoxicar dos efeitos de uma relação tóxica.

Se me perguntassem, ali, o que havia sobrado, eu certamente mostraria algumas feridas e muitos traumas. Mas o tempo, sempre ele, se encarregou de colocar cada coisa no seu lugar. Aprendi a nunca mais ser inteira para quem só me apresenta metades e entendi que a beleza do amor está nas coisas pequenas e na reciprocidade.

Além disso, percebi que ninguém é obrigado a carregar o peso das minhas expectativas e que, se alguma coisa não der certo, o fim é sempre o melhor recomeço.

E eu me reinventei, segui em frente e recomecei. A história acabou, mas o livro não. Continuo escrevendo novos capítulos.

Darlene Braga

Darlene Braga

Jornalista, mineira e pisciana. Consegue sorrir e chorar ao mesmo tempo e não esconde os sentimentos de ninguém. Fala sozinha, assiste desenhos animados, escreve crônicas e gosta de gente que ri com os olhos.
Darlene Braga

Últimos posts por Darlene Braga (exibir todos)

Comments

  1. Meu Deus, tudo que eu precisava ler hoje.
    Queria poder sair de mim e deixar de sentir. Ou voltar a ser criança sabe? Quando eu não sofria. Enfim. Obrigad a!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *