Ser mulher é... • We Love

Ser mulher é…

pexels-photo-428320

Sinto-me protagonizando uma daquelas comédias românticas, meio sessão da tarde, muito assistida em minha adolescência, só que, em vez do final clichê, a mocinha não termina em love, ela recomeça em altas!

A sensação que tenho é que tá rolando vários plots de virada e eu tô amando. Amando os treinos, os alongamentos e sonhando com um tempinho para a yoga. Amando saber que meu corpo é meu e, se eu quiser, eu pinto! E pintei! Amando o feminismo, adorando Judith Butler (leiam esta mulher!), empolgada escolhendo meus quadrinhos femininos fortes (coisa linda são as boas influências) e sonhando com a chegada da minha mini adega sustentável (sim, adoro vinhos!).

Para além de tudo isto, ainda tem um furacão passando aqui e deixando tudo bem organizado, igual minha sala de estudos. Viver também é isso… Afinal de contas, ser mulher requer olhar para dentro e descobrir uma nova força e um novo motivo para lutar, diariamente. Em meio a tudo isso, todo dia de manhã, corpo nu em frente ao espelho, eu só vejo liberdade.

Leia também: Eu não preciso ser empoderada

We all dream in gold.

 

Elisiane Matos

Elisiane Matos

Elis Matos é feminista, filósofa e comunicóloga, mestranda em Linguagens e Representações com temática em Estudos de Gênero, pela UESC. Escreve e resiste para que as mulheres sobrevivam.
Elisiane Matos

Últimos posts por Elisiane Matos (exibir todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *