A primeira dança com a moda – We Love

A primeira dança com a moda

2004. Pitty, Skank e Britney Spears embalavam os encontros daquela oitava série, ao som das músicas “Equalize”, “Vou Deixar” e “Toxic”. De tudo um pouco e um pouco de tudo, era possível encontrar ali. Em meio a uma festa de aniversário, garotos e garotas se dividiam em grupinhos, que cochichavam, riam e se entreolhavam.

Do canto esquerdo da sala, o Edu a admirou, quando acreditava que ela não estava prestando atenção. Mas – garota ou mulher – elas sempre sabem e, aos 14, isso também não seria diferente. Ela se virou e sorriu para ele, que devolveu um sorriso sem graça de bochechas enrubescidas. Ninguém prestava muita atenção no que acontecia entre os dois. E, meio sem querer, ela se levantou e foi até à mesa de doces e ficou pensando qual iria experimentar.

– Se eu fosse você, pegava o que tem calda de maracujá – disse Edu, ao se aproximar. Ela sorriu meio encabulada. Ele continuou: – Você está linda.

– Obrigada – ela respondeu com as sobrancelhas sobressaltadas saindo em direção às amigas.

Quando ele segurou a sua mão.

– Cequerdançar? – ele perguntou de uma vez, meio atropelando as palavras.

Ela riu: – O que você disse?

Edu respirou, sorriu e, com calma, falou: – Dança comigo?

Tentando conter a vibração em vão, ela respondeu: – Claro!

Nesse momento, começou  a tocar…

 

O engraçado é que ela não queria ir àquele aniversário; não estava se sentindo bem. Mas precisava ir. Era uma das suas melhores amigas que estava comemorando e sua mãe havia comprado uma roupa linda que ela mesma escolhera no último final de semana. Até então, essa menina nunca havia pensado que uma roupa pudesse trazer sorte ou transmitir algum sinal. Mas, naquele dia 9 de junho de 2004, ela entendeu: uma roupa nunca é apenas uma roupa.

E, assim, nasceu a minha relação com a moda. Hoje, Edu é uma lembrança longínqua que representa o primeiro amor, o primeiro beijo e a primeira decepção. No entanto, é ele também que, indiretamente, me mostrou que a moda é um sistema complexo, assim como a vida e os relacionamentos.

Bruna Guimarães

Jornalista & fashion lover. Made in Aracaju, living in São Paulo. Acredita que o amor é sempre destino e glitter, uma segunda pele. Louca por carnaval e mar e sorrisos e pessoas interessantes.
Bruna Guimarães

Últimos posts por Bruna Guimarães (exibir todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/welove/www/wp-includes/functions.php on line 4339

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/welove/www/wp-includes/functions.php on line 4339