Você percebe quando é hora de voar • We Love

Você percebe quando é hora de voar

Passarinho

Eu estava meio perdida, cansada de colecionar decepções. Voava de um lado para o outro, em um voo solitário e sem direção.

E, em cada canto, procurava algo que pudesse disfarçar o meu pranto. Tinha a liberdade, mas me faltava coragem.

De tantos desencontros, quebrei a cara, quebrei as asas… E, para não me iludir novamente, me tornei gaiola de mim mesma. Fiz da privação, uma forma de proteção.

Mas, mesmo de longe, eu via a sua leveza e escutava o seu canto, só que as grades criadas por esse tanto de medo bobo e de receio não me deixavam aproximar. 

Você chegou de mansinho, para eu não me assustar e me ofereceu a sua mão.

As minhas pernas tremeram e o meu coração começou a palpitar.

Mas a segurei firme e decidi: não quero mais soltar.

E assim, como um passarinho, vi que era hora de pousar.

Em você, encontrei um ninho.

E agora tenho, enfim, uma companhia para voar. 

Darlene Braga

Darlene Braga

Jornalista, mineira e pisciana. Consegue sorrir e chorar ao mesmo tempo e não esconde os sentimentos de ninguém. Fala sozinha, assiste desenhos animados, escreve crônicas e gosta de gente que ri com os olhos.
Darlene Braga

Últimos posts por Darlene Braga (exibir todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *